Free songs

Dira Paes, atriz essencialmente cinematográfica

Dira-PaesO seu rosto é um dos mais famosos do cinema e TV em todos os tempos. Sua elegância é o resultado de uma mulher feminina, autentica e talentosa ao extremo, que dedica parte da sua vida a arte de representar.Uma das maiores revelações do cinema brasileiro dos anos 80, Dira Paes vem construindo uma carreira cinematográfica e televisiva que a coloca em posição de destaque como uma das nossas mais importantes atrizes. Estreou nas telas em 1984 na superprodução americana “A Floresta das Esmeraldas”, dirigida por John Boorman. Os olhos do público e da crítica se voltaram para aquela bela aparição, que já no filme seguinte, o brasileiro “Ele, O Boto”, de Walter Lima Jr, mostrava que vinha para ficar.De lá para cá a atriz já somou mais de 20 filmes no currículo, dirigida por nomes veteranos como o próprio Lima Jr e Silvio Tendler e outros que vem sacudindo a cena cinematográfica, sem abrir mão de polêmicas, como Sérgio Bianchi, Rosemberg Cariry e Cláudio Assis. Dira Paes mostrou seu talento ainda em filmes de cineastas como Sérgio Silva, Betse de Paula, Jorge Furtado e Breno Silveira.

Uma mistura de beleza, talento, simplicidade e perfeição que resulta em uma pessoa: Dira Paes.

Os prêmios não foram poucos: “Ele, O Boto” – Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Natal; “Corisco & Dada” – Melhor Atriz nos Festivais de Brasília, Cuiabá e Florianópolis; “Anahy de Las Missiones” – Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Brasília e pela APCA; “O Casamento de Louise” – Melhor Atriz nos Festivais de Cuiabá e Natal; “Noite de São João” – Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Gramado; “Amarelo Manga” – Melhor Atriz no Cine Ceará e no Festival de Santa Maria da Feira/Portugal; Prêmio Especial do Júri no Festival de Brasília.

Em conversa com a Revista Mulheres, Dira Paes repassou toda a sua trajetória cinematográfica, comentando filme por filme. A atriz, nascida em 30 de junho de 1969, em Abaetuba, Pará, falou do sucesso em Salve Jorge e outros trabalhos em “A Diarista”, e reafirmou sua paixão arrebatadora pelo cinema nacional, dizendo o seguinte: “Eu sou muito fã do cinema brasileiro e acho que a gente faz um dos melhores cinemas do mundo.  Eu gosto, eu curto, apesar de achar que é muito difícil fazer um filme bom. Agora, a gente aprende muito com os erros e, às vezes, são mais interessantes que os acertos. Tem essa dicotomia, essa contradição”.

A gente aprende muito com os erros e, às vezes, são mais interessantes que os acertos.”

Ao ser perguntada sobre a participação no filme 2 Filhos de Francisco, sua resposta foi magnífica, dizendo que se encantou com o projeto desde o roteiro, independente de ser a história sobre o Zezé di Camargo e Luciano. Reafirmou que as filmagens foram fantásticas. Sem contar a participação do seu grande amigo Ângelo Antônio, com quem contracenou grande parte do tempo.

Na verdade ela se sentiu presenteada e lisonjeada de estar dentro de um projeto que não significava muito só para os participantes que fizeram o filme, mas também para o cinema brasileiro.norminha

Dira Paes é uma atriz essencialmente cinematográfica e, no entanto, vem fazendo televisão desde a década de 90, claro que da uma forma pontuada, mas já está presente na telinha desde essa época. Participou de algumas novelas, mas sua melhor atuação foi em Caminho das Índias (2009), quando deu vida para a espevitada e sensual Norminha, aumentando ainda mais sua legião de fãs. O papel de Norminha rendeu à atriz o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante concedido pela revista Contigo!

Em plena forma Dira Paes participou da 11ª edição do Grande Prêmio de Cinema Brasileiro, que aconteceu no Teatro Municipal do Rio de Janeiro em outubro de 2012.

Dira Paes se formou em duas faculdades, pela Uni-Rio: Filosofia e Artes Cênicas. Ela escolheu essas áreas por gostar de tudo referente à psicologia do ser humano, compreender suas atitudes e qual o pensamento do homem desde a antiguidade, e também seu gosto em entender a arte, o porquê de ser uma artista e de onde vem isto. Utiliza seus conhecimentos nessas áreas para qualificar ainda mais seu trabalho de atuação, na TV, no Teatro e no Cinema.

Voltar ao topo